28 de dez de 2015

PROJETO NOSSA CIDADE




O projeto Nossa Cidade, do TheCityFix Brasil, explora questões importantes para a construção de cidades sustentáveis.
A cada mês um tema diferente.
Com a colaboração e a expertise dos especialistas do WRI Brasil Cidades Sustentáveis, as séries trazem artigos especiais sobre planejamento urbano, mobilidade sustentável, gênero, resiliência, entre outros temas essenciais para um desenvolvimento mais sustentável de nossas cidades


Leia a matéria completa no link a seguir:


http://thecityfixbrasil.com/2015/12/23/nossa-cidade-politicas-publicas-e-medidas-de-gdv-beneficiam-empresas-pessoas-e-cidades/

25 de dez de 2015

UM LUXO NA DECORAÇÃO

Quando chegamos ao dilema, minha casa ficou pronta e agora? Bem, chegou a hora de decorar. De dar aquele "ar" de sofisticação a construção que por meses não passou de um amontoado de tijolos e cimento, mas agora é uma casa e precisa ser decorada para se transformar em um lar.
E se deseja que sua decoração seja um luxo, siga algumas dicas, iniciando pela contratação de um bom profissional.


  • Numa decoração de luxo, o conforto e os detalhes luxuosos, são questões inevitáveis. Um espaço que não tenha aspecto de confortável nunca será de luxo e os pequenos detalhes vão fazer toda a diferença entre uma decoração comum e uma decoração com classe e elegância. 
  • Existem muitos estilos de decoração que podem definir seu estilo, então escolha o seu. Mistura de estilos não é uma boa opção.
  • Você pode apostar em uma decoração vintage, que se bem aplicada traz grandes resultados.
  • Ou então aposte em uma decoração moderna minimalista que com detalhes chiques, definem sua decoração.
  • Apostar em materiais nobres e clássicos como cristais, couros e tecidos sofisticados incrementam a decoração.


  • Aposte em sofás confortáveis, robustos e com tecido suave ao toque.
  • Não exagere nas cores, para que sua casa não fique com misturas improváveis e pouco harmoniosas.
  • Escolha cortinas ou persianas que combinam com seu estilo. Por exemplo um estilo provençal pede cortinas delicadas.





Gostou? Então deixe seu comentário.






14 de dez de 2015

OSCAR NIEMEYER

Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares Filho GCSE • ComIH (Rio de Janeiro15 de dezembro de 1907 — Rio de Janeiro5 de dezembro de 2012) foi um arquiteto brasileiro, considerado uma das figuras-chave no desenvolvimento da arquitetura moderna. Niemeyer foi mais conhecido pelos projetos de edifícios cívicos para Brasília, uma cidade planejada que se tornou a capital do Brasil em 1960, bem como por sua colaboração no grupo de arquitetos que projetou a sede das Nações Unidas em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Sua exploração das possibilidades construtivas do concreto armado foi altamente influente na época, tal como na arquitetura do final do século XX e início do século XXI. Elogiado e criticado por ser um "escultor de monumentos", Niemeyer foi um grande artista e um dos maiores arquitetos de sua geração por seus partidários.[1] Ele alegou que sua arquitetura foi fortemente influenciada por Le Corbusier, mas, em entrevista, assegurou que isso "não impediu que [sua] arquitetura seguisse em uma direção diferente".[2]
Nascido no Rio de Janeiro, Niemeyer estudou na Escola Nacional de Belas Artes (atual UFRJ) e durante seu terceiro ano estagiou com Lúcio Costa, com quem acabou colaborando no projeto para o Ministério de Educação e Saúde, atual Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro. Contando com a presença de Le Corbusier, Niemeyer teve a chance de trabalhar junto com o mestre suíço, sendo ele uma grande influência em sua arquitetura. O primeiro grande trabalho individual de Niemeyer foram os projetos de uma série de edifícios na Pampulha, um subúrbio planejado no norte de Belo Horizonte. Esse trabalho, especialmente a Igreja São Francisco de Assis, recebeu elogios da crítica nacional e estrangeira, chamando a atenção internacional a Niemeyer. Ao longo dos anos 1940 e 1950, Niemeyer se tornou um dos arquitetos mais prolíficos do Brasil, projetando uma série de edifícios, tanto no país como no exterior. Isso incluiu o projeto de diversas residências e edifícios públicos, e ainda a colaboração com Le Corbusier (e outros) no projeto da sede das Nações Unidas em Nova Iorque, o que provocou convites para ensinar naUniversidade Yale e na Escola de Design da Universidade Harvard.

Em 1956, Niemeyer foi convidado pelo novo presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, para projetar os prédios públicos da nova capital do Brasil, que seria construída no centro do país. Seus projetos para o Congresso Nacional do Brasil, o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília, todos concluídos anteriormente a 1960, foram em grande parte de natureza experimental e foram ligados por elementos dedesign comuns. Esse trabalho levou à sua nomeação como diretor do departamento de arquitetura da Universidade de Brasília, bem como membro honorário do Instituto Americano de Arquitetos. Devido à sua ideologia de esquerda e sua militância no Partido Comunista Brasileiro (PCB), Niemeyer deixou o país após o golpe militar de 1964 e, posteriormente, abriu um escritório em Paris. Ele retornou ao Brasil em 1985 e foi premiado com o prêmio Pritzker de arquitetura, em 1988. Entre seus projetos mais recentes se destacam o Museu de Arte Contemporânea de Niterói(1996), o Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba (2002), a Cidade Administrativa de Minas Gerais (2010) e o Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer, na Espanha (2011). Niemeyer continuou a trabalhar até dias antes de sua morte, em 5 de dezembro de 2012, aos 104 anos.

FRANK LLOYD WRIGTH

Frank Lloyd Wright (Richland Center8 de junho de 1867 — Phoenix9 de abril de 1959) foi um arquitetoescritor e educadorestadunidense. Um dos conceitos centrais em sua obra é o de que o projeto deve ser individual, de acordo com sua localização e finalidade. No início de sua carreira, trabalhou com Louis Sullivan, um dos pioneiros em arranha-céus da Escola de Chicago. Responsável por mais de mil projetos,[1] dos quais mais de quinhentos construídos,[2] Wright influenciou os rumos da arquitetura moderna com suas ideias e obras e é considerado um dos arquitetos mais importantes do século XX.
Antes de se tornar um dos maiores arquitetos de todos os tempos, ele estudou engenharia e, faltando poucas semanas para sua graduação, abandonou o curso e foi trabalhar em Chicago como desenhista no escritório de Silsbee, um arquiteto de renome. Tornou-se a figura chave da arquitetura orgânica, exemplificada pela Casa da Cascata, um desdobramento da arquitetura moderna que se contrapunha ao International style europeu. Foi o líder da Prairie School, movimento da arquitetura ao qual pertencem os projetos da Robie House e a Westcott House, e também desenvolveu o conceito de Usonian home, do qual aRosenbaum House é um exemplo. Sua obra inclui exemplos originais e inovativos de edifícios dos mais diferentes tipos, incluindo escritórios, templos, escolas, hotéis e museus. Frequentemente detalhava também os elementos a serem empregados no interior de suas construções, tais como mobília e vitrais.

Museu Guggenheim

Darwin D. Martin House, Buffalo, Nova Iorque.

Considerada uma das mais famosas casas do mundo, a Casa da Cascata (em inglêsFallingwater house) ou Casa Kaufmann(nome da família de seu primeiro proprietário) é uma residência localizada 50 milhas a sudeste de Pittsburgh, em Bear Run, na Estrada Rural 1, secção Mill Run de Stewart Township, Condado de Fayette, nas Laurel Highlands dos Montes Allegheny, Estado daPensilvâniaEstados Unidos.
O edifício foi projetado em 1934 pelo arquitecto Frank Lloyd Wright, considerado o introdutor da arquitectura moderna no seu país, e construída em 1936 no sudoeste rural da Pensilvânia. No entanto, a sua principal característica é o facto de ter sido erguida parcialmente sobre uma pequena queda de água, servindo-se dos elementos naturais ali presentes (como pedrasvegetação e a própria água) como constituintes da composição arquitectónica. Assim como várias outras obras de Wright, foi construída com materiais experimentais para a época.
O proprietário era o homem de negócios Edgar Kaufmann Sr., cujo filho Edgar Jr. fora aluno de arquitectura de Wright. Foi construída no meio dum bosque, no interior duma propriedade da família. Originalmente utilizada como residência de veraneio da família, a casa hoje é um museu.


6 de dez de 2015

DECORAÇÃO DE NATAL

Se você ainda não decorou sua casa para o Natal, veja algumas ideias bacanas :



Para deixar aquela cadeira simples bem sofisticada.





Mora sozinho e quer algo mais simples? E mais divertido. Ta aí uma opção.





Mas se prefere algo mais tradicional. Garanto que continua na moda. Só não pode colocar uma árvore que fique apertada no espaço. Deve ser proporcional ao seu ambiente.





E que tal estes vidrinhos diferentes para colocar as velas. Afinal tem que ser seguro e bonito.





E estas bolinhas divertidas? As crianças vão amar.





Mas lembre-se: Natal é antes de mais nada união, encontro, estar em família e amigos. Não importa o quão grande é sua família, mas sim que estejam juntos. Então veja estas lindas mesas de jantar.











Então.......FELIZ NATAL!


NATAL EM FAMILIA

Natal significa reunir a família.

Decorar a árvore de Natal, preparar o jantar, decorar a mesa, conversar, rir, brincar.







Veja este belo vídeo.
http://www.brasilpost.com.br/2015/12/01/comercial-alemao-natal_n_8687460.html?ncid=fcbklnkbrhpmg00000004

DICAS DE ORGANIZAÇÃO

Vamos a algumas dicas divertidas e interessantes para deixar sua cara arrumadinha.
Veja só!

Que tal colocar adesivos divertidos no guarda roupa das crianças?

Use adesivos bonitinhos para etiquetar as gavetas das crianças.



E as bolsas? Ah as bolsas.....difíceis de guardar, todas com tamanhos diferentes.
Mas veja que boa ideia.




Que tal ter um espaço para deixar aquela roupa que vai reutilizar mais acessível e sem amassá-la?


Ou invista em um porta-cabides decorativo.




Veja que bacana este cabide para cintos. Vale a pena investir.

Revolução total: cabides para cintos.




Veja esta dica de uma personal organizer: Segundo  Carol Ledandeck, de Campinas, um bom ponto de partida é saber o que pendurar e o que dobrar. Ela diz que o maior erro na hora da organização é colocar tudo no cabide. Peças de tricô e de lã, por exemplo, devem ser mantidas dobradas. Se forem penduradas, seu próprio peso sobre o cabide faz com que a peça perca a forma e esgarce.

Já roupas com babados ficam melhor no cabide do que na gaveta porque a chance de amassar é menor. Mas nunca ponha duas peças no mesmo cabide, pois elas vão amassar e será mais difícil encontrá-las, alerta Carol. “O tipo de cabide ideal depende do tipo de roupa. Para camisas sociais masculinas, por exemplo, o melhor é o de madeira, que vai de ombro a ombro e mantém a peça esticada”, explica a personal organizer.
E para seu home office? Veja estas ideias. É possível ter um espaço pequeno e bem organizado é só tentar.
Estas foram algumas dicas bacanas. Aproveite e deixe sua casa um brinco.








SESC POMPEIA - Projeto de Lina Bo Bardi


Três volumes prismáticos de concreto aparente surgem ao lado dos antigos galpões da fábrica de tambores da Pompéia: um prisma retangular de trinta por quarenta metros de base e quarenta e cinco metros de altura; um segundo prisma retangular, menor e mais alto que o primeiro, de quatorze por dezesseis metros de base e cinquenta e dois metros de altura; e um cilindro de oito metros de diâmetro e setenta metros de altura.
O prisma maior apresenta cinco pavimentos, com oito metros e sessenta centímetros de altura entre pisos. Apresenta apenas paredes perimetrais portantes, que medem trinta e cinco centímetros de espessura, e nenhuma estrutura interna complementar. São moldadas com tábuas horizontais de madeira. As lajes nervuradas protendidas medem um metros de altura total.

© Carlos Alberto Cerqueira Lemos. Cortesia de Arquigrafia (CC BY-NC)


Leia mais sobre este projeto no link abaixo.

http://www.archdaily.com.br/br/01-153205/classicos-da-arquitetura-sesc-pompeia-slash-lina-bo-bardi

15 de nov de 2015

VITRINE

Nos primórdios da vida comercial os lojistas ostentavam chamativos letreiros com seus nomes ou até mesmo apresentavam sues produtos na rua, sobre mesas que serviam de expositores. 
Já a partir de 1840 quando as novas tecnologias permitiram a produção de vidraças com grandes dimensões, as lojas puderam inovar, afinal poderiam expor em vitrines, transformando-as em verdadeiros cenários.
E com esta nova forma de apresentar os produtos as lojas também foram tomando outra forma até que em 1852 surgiu, em Paris, a primeira loja de departamentos. E rapidamente este conceito se difundiu, inclusive pelos Estados Unidos.




E qual estratégia que as lojas usam para vendar mais?

Primeiramente atraem o cliente para o interior da loja através de uma vitrine bem montada e impactante. E em segundo dispõe de um layout envolvente com a exposição de produtos que convida o cliente a permanecer no espaço. Afinal se o cliente permanece na loja ele pode se motivar para comprar e dessa forma proporcionar uma experiência positiva e assim garantir seu retorno. Importante é identificar o que o cliente deseja, seja em uma loja de sapatos ou de chocolates.
Já apresentou seu produto ao cliente?

8 de nov de 2015

FACHADAS VENTILADAS

Comentário da arquiteta: A valorização da arquitetura melhora a qualidade de vida das cidades, portanto é preciso uma maior integração entre poder público e conselho de arquitetura, bem como uma maior aceitação da sociedade. E para elucidar a qualidade da arquitetura e construções, segue uma dica do uso de materiais.

Mais sobre este produto

Fachadas ventiladas NBK - Hunter Douglas Brasil
Por meio de painéis e Baguettes em terracota, as fachadas NBK apresentam benefícios significativos para projetos comerciais e residenciais. Coordenado com a experiência e o bom gosto dos arquitetos, é possível desenvolver uma fachada de caráter exclusivo, que transforme um projeto arquitetônico em algo único e exuberante.
A alta durabilidade e o baixo grau de absorção das peças permitem a limpeza pela própria água da chuva e impedem o acúmulo de sujeira, inibindo a fixação de produtos químicos, como tintas e outros compostos utilizados para uso de rabiscos (pichações).
A forma como os painéis são projetados e instalados na fachada permite a passagem do ar pelas juntas entre eles. Graças ao diferencial de pressão entre a parte interna da fachada (câmara entre fachada e estrutura principal da edificação) e externa, a infiltração de água é quase que insignificativa, aumentando assim a vida útil do empreendimento
Leia a matéria completa:

5 de nov de 2015

OBRA DE ARQUITETO

Obra de Arquiteto é um canal de comunicação do escritório Janete krueger Arquitetura. Em vídeos compactos, a arquiteta traz temas relacionados com qualidade da arquitetura e da construção. Dicas que vão da obra à decoração, curiosidades e muita informação!





Para acompanhar semanalmente os vídeos acesse o link:

2 de nov de 2015

QUALIDADE DAS CONSTRUÇÕES


 Norma de Desempenho de Edificações da ABNT estabelece exigências de conforto e segurança em imóveis residenciais. Pela primeira vez, uma norma brasileira associa a qualidade de produtos ao resultado que eles conferem ao consumidor, com instruções claras e transparentes de como fazer essa avaliação.
As regras privilegiam os benefícios ao consumidor e dividem responsabilidades entre fabricantes, projetistas, construtores e usuários.


Para saber mais acesse o link: http://www.caubr.gov.br/?p=9134

CASA & CIA 2015 - Encontros e Espaços

Durante 30 dias o público poderá visitar gratuitamente 45 ambientes expostos por mais de 60 profissionais, incentivando o contato do público com o design, a arquitetura e a cultura catarinenses
Admiradores da arquitetura, design, decoração e profissionais da área: preparem o coração! A partir do dia 15 de outubro até 15 de novembro, o Diário Catarinense apresenta o Casa & Cia Encontros e Espaços, que terá exposições em diversos locais da cidade. O evento ganha um novo conceito, trazendo para perto do público momentos de encontros em espaços idealizados pelos melhores arquitetos da região.

Veja a matéria completa no site:

IDEIAS DE ORGANIZAÇÃO



Veja estas dicas da revista digital casa.com

Organização torna qualquer ambiente mais bonito e a vida bem mais fácil. Mas exige criatividade e talento. Reunimos 28 ideias para deixar tudo no lugar na cozinha, no banheiro, no guarda-roupa e no quarto das crianças.





Para ler a matéria completa acesse o link:

http://casa.abril.com.br/materia/28-ideias-para-organizar-sua-casa

2 de out de 2015

ESCOLHA DA MESA DE JANTAR


Por Bruna Capistrano

O móvel mais importante da sala de jantar é a mesa: de vidro, madeira, redonda ou quadrada, a mesa de jantar é onde toda a família se reúne para fazer as refeições. Por isso é importante ser um espaço confortável para todos e que não atrapalhe a circulação na sala, uma área comum dividida pela família e os convidados. A escolha do modelo depende do conceito proposto para a residência como um todo, do layout, tamanho, formato, acessos e circulação. Como atualmente os ambientes são integrados, a mesa de jantar pode estar encostada, no canto ou no centro de um ambiente. Veja galeria de fotos abaixo com mesas de jantar inspiradoras!

Como escolher a mesa de jantar da sala
Foto: Divulgação / Florense Móveis
"Os formatos redondos e retangulares são clássicos e contemporâneos ao mesmo tempo, pois ganharam detalhes centrais, pés diferenciados e podem ser fabricados com novos acabamentos como laca brilhante, madeira folhada ou maciça, em vidro incolor ou pintado. As mesas ovais também estão sendo muito utilizadas, pois favorecem a circulação nas laterais", explicam as arquitetas Daniella e Pricilla de Barros, do escritório Daniella e Pricilla de Barros Arquitetos Associados.

Mesa não pode obstruir a circulação dentro na sala
Alguns pontos são importantes ao escolher onde a mesa será colocada, como a circulação das pessoas e o acesso aos bancos no canto da parede. "Não existe regra desde que tenha acessibilidade. O ideal é que haja uma distância de um metro entre a mesa da parede ou outro móvel. No mínimo cerca de 70cm de circulação. E a mesa não deve interromper a passagem, acesso a outros cômodos ou corredores", ressalta a arquiteta Myrella Castilho, da Florense Móveis. "Devemos sempre pensar no acesso à mesa para que as pessoas possam sentar e levantar-se sem restrições. A circulação periférica também é importante, especialmente em mesas soltas, para que se possa circular livremente. Tudo dependerá do espaço e do conceito adotado. Podemos usar bancos, caldeiras sem braços, de acrílico, poltronas com braços", complementam Daniella e Pricilla de Barros. 

Luminária pendente: você ainda vai querer ter uma
Ao definir o número de cadeiras e lugares disponíveis pense sempre somando. No caso de uma família de quatro pessoas, o ideal é que a mesa tenha seis lugares, pensando na possibilidade de convidados. Havendo espaço, claro. E passou a época em que as cadeiras deveriam ser todas da mesma cor e modelo. "As cadeiras podem ser mescladas, com ou sem braços, de acrílico, coloridas, diferentes do acabamento das mesas, criando um cenário mais moderno e contemporâneo", reforçam Daniella e Pricilla de Barros.
Fonte: http://gnt.globo.com/casa-e-decoracao/materias/como-escolher-a-mesa-de-jantar-ideal-para-a-sala.htm