2 de out de 2015

ESCOLHA DA MESA DE JANTAR


Por Bruna Capistrano

O móvel mais importante da sala de jantar é a mesa: de vidro, madeira, redonda ou quadrada, a mesa de jantar é onde toda a família se reúne para fazer as refeições. Por isso é importante ser um espaço confortável para todos e que não atrapalhe a circulação na sala, uma área comum dividida pela família e os convidados. A escolha do modelo depende do conceito proposto para a residência como um todo, do layout, tamanho, formato, acessos e circulação. Como atualmente os ambientes são integrados, a mesa de jantar pode estar encostada, no canto ou no centro de um ambiente. Veja galeria de fotos abaixo com mesas de jantar inspiradoras!

Como escolher a mesa de jantar da sala
Foto: Divulgação / Florense Móveis
"Os formatos redondos e retangulares são clássicos e contemporâneos ao mesmo tempo, pois ganharam detalhes centrais, pés diferenciados e podem ser fabricados com novos acabamentos como laca brilhante, madeira folhada ou maciça, em vidro incolor ou pintado. As mesas ovais também estão sendo muito utilizadas, pois favorecem a circulação nas laterais", explicam as arquitetas Daniella e Pricilla de Barros, do escritório Daniella e Pricilla de Barros Arquitetos Associados.

Mesa não pode obstruir a circulação dentro na sala
Alguns pontos são importantes ao escolher onde a mesa será colocada, como a circulação das pessoas e o acesso aos bancos no canto da parede. "Não existe regra desde que tenha acessibilidade. O ideal é que haja uma distância de um metro entre a mesa da parede ou outro móvel. No mínimo cerca de 70cm de circulação. E a mesa não deve interromper a passagem, acesso a outros cômodos ou corredores", ressalta a arquiteta Myrella Castilho, da Florense Móveis. "Devemos sempre pensar no acesso à mesa para que as pessoas possam sentar e levantar-se sem restrições. A circulação periférica também é importante, especialmente em mesas soltas, para que se possa circular livremente. Tudo dependerá do espaço e do conceito adotado. Podemos usar bancos, caldeiras sem braços, de acrílico, poltronas com braços", complementam Daniella e Pricilla de Barros. 

Luminária pendente: você ainda vai querer ter uma
Ao definir o número de cadeiras e lugares disponíveis pense sempre somando. No caso de uma família de quatro pessoas, o ideal é que a mesa tenha seis lugares, pensando na possibilidade de convidados. Havendo espaço, claro. E passou a época em que as cadeiras deveriam ser todas da mesma cor e modelo. "As cadeiras podem ser mescladas, com ou sem braços, de acrílico, coloridas, diferentes do acabamento das mesas, criando um cenário mais moderno e contemporâneo", reforçam Daniella e Pricilla de Barros.
Fonte: http://gnt.globo.com/casa-e-decoracao/materias/como-escolher-a-mesa-de-jantar-ideal-para-a-sala.htm